Vargem Grande: CB luta para colocar sua fábrica para funcionar e abandona gestão; fornecedores locais sem receber, suspendem fornecimento para prefeitura

O prefeito Carlinhos Barros (PCdoB) de Vargem Grande que encerra no final de 2024 o seu segundo mandato, abandonou a gestão nos últimos meses e tem focado exclusivamente para colocar sua fábrica com sede no município para funcionar e assim voltar a colocar os produtos Real – que estão há um significativo período fora das prateleiras do comércio maranhense – no mercado.

Leia aqui: De propriedade do prefeito Carlinhos Barros, produtos da Real Brasil desaparecem do mercado no Maranhão

O reflexo do abandono, estão sinteticamente, nas estradas vicinais, falta de pontes e acessos a zona rural, falta de abastecimento de água, de iluminação pública, de prestação básica de serviços nas repartições do município, além das inúmeras obras de 4, 5, 6 e até 7 anos que aguardam suas conclusões.

A crise do abandono administrativo por parte do gestor já atinge os funcionamentos das repartições de Vargem Grande, onde muitas delas a exemplo da secretaria de saúde tem sequer copos descartáveis, material de limpeza, papel higiênico, entre outros.

Fornecedores locais de material de expediente, de limpeza, material de construção, combustível, entre outros, por falta de pagamento já suspenderam o fornecimento para a prefeitura e não escondem suas insatisfações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade

Publicidade
Publicidade